17.7.12

 

 

         Ser mãe tal grandeça alcança

 

       Que até Deus supremo Bem,

 

       Quis ser no mundo criança

 

       E ter uma Mãe também

 

                

              (Dimas Lopes de Almeida)

 

 

 

 

                                     

 

 

 

 

                         DOR SEM MEDIDA

 

 

                            

             Ai mãe não sei dizer-te o que senti

 

             - Que a dor era tamanha e tão atroz

 

             Naquele instante grave em que te vi

 

             Aflita, ao pé de mim, perdendo a voz!

 

 

 

             Ninguém 'stava connosco!... Apenas nós!

 

             Uma ambulância logo requeri...

 

             Mas a Vida corria para a Foz

 

             E o socorro não vinha para ti!

 

 

 

O Doutor Zé Augusto, diligente,

 

Ainda quis salvar-te de repente...

 

Mas era tarde, mãe! Não foi capaz!...

 

 

 

...Vivi a hora mais penosa  e triste

 

Quando a Célia me disse que partiste

 

E Deus te deu guarida, Amor e Paz!

 

 

Clarisse -1998

 

 

link do postPor canticosdabeira, às 23:03  comentar

 
mais sobre mim
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


arquivos
2012

2011

2010

2009

links
capas dos livros

CLIQUE PARA LER
Clique para ler


Clique para ler


Clique para ler


Clique para ler
blogs SAPO