20.9.09

 

 

MURMÚRIOS DO CEIRA

 

XVI

 

O MUNDO EM NOTÍCIA


De que aproveitará  irmãos, alguém dizer que tem fé se não tem obras? Acaso esse fé poderá salvá-lo?

Se ele não tiver obras, é morta em si mesma. S. Tiago.

 

 

 

 

 

O Dr. Daniel Ramos era um conceituado industrial de automóveis, da Capital, que tinha já conseguido uma situação económica estável.

Sua esposa D. Helena Isabel, um filho e uma filha, estudantes, e a sua mãe viúva formavam a família. Sempre que alguém da família completavam anos, costumavam organizar festas e convidar os amigos mais íntimos.

Só por motivo de força maior se não assinalavam estas datas com um beberete fino e abundante. Era ainda habitual ir sempre passar o mês de Agosto no Algarve, onde tinha uma excelente vivenda na Quinta do Lago.

Normalmente o Dr. Daniel interessava-se em andar ao corrente do que se passava pelo mundo e, por isso, lia sempre um jornal diário. Sua esposa entretinha-se a fazer renda mais a sogra, mas também gostava de dar uma olhadela pelos jornais.

Num certo dia em que estavam todos na praia (excepto o filho Ricardo), gozando as delícias das marés do mar e do sol límpido, num Céu muito azul, a D. Helena Isabel pegou no jornal do marido e pôs-se a ler para si. Passados alguns momentos, – refere - em voz alta:

- São mais as notícias tristes, que as alegres. Lê, tu, Daniel?

Lê, sim, alto, pediu a mãe – muito curiosa…

- Escutem, então – se fazem o favor:

………………….

- Só duas de cada dez crianças Angolanas vão à Escola.

- Um sacerdote Chinês vítima de torturas infames!

- No Uganda há 700 mil órfãos, muitos deles vivem na rua, acelerando a morte por desnutrição.

- O António Antunes Rosa, de 79 anos, faleceu no Hospital, mas ninguém apareceu para lhe fazer o funeral.

- A delinquência dos jovens aumentou nos últimos anos.

- A ignomínia e o opróbrio continuam a pregar Cristo na Cruz, perante as violações e injúrias nas crianças…

- Atentado à granada faz três mortes.

- Em África foram mortos um padre e dois catequistas.

- Prognóstico do inicio do século: Semelhança aos anos anteriores na martitização da fome, das doenças, das corrupções, da crueldade, da rapina, do descaso e abandono dos mais humildes e sofredores por todo o mundo, apesar das boas intenções e da Declaração Universal dos Direitos do Homem e ainda João Paulo II se interessar e pugnar muito a favor da Paz. Em suma o amor ao próximo – cairá, de todo, em desuso…

As famílias, que não se estimam, como dantes, estão quase a desaparecer…

- São 130 milhões de crianças que não vão à Escola. Um décimo do que se gasta em armamento bastava para a sua educação.

- Andam tratando de ir ao Planeta Marte, mas poucos tentam chegar ao pé do seu semelhante, que faz parte dos milhões deles que sucumbem à fome e estão mais à mão…

- Armando Carvalho, de 73 anos, solteiro e doente, vive só, conduzindo uma cruz, que não pode. Todavia, alguém espera pelos “sapatos” que deixa…

- A droga e a Sida continuam a ser o flagelo terrível da Humanidade. Muitos milhões já infectados e são os homens que mais contribuem para isso. Em Portugal tem aumentado assustadoramente!...

- Um chefe de um governo de África, disse: Só a troco da guerra, se poderá alcançar a Paz…

- Os homens não se entendem por causa das ambições desmedidas e estão a atacar com força na Terra Santa e noutros sítios, terroristas homicidas que pensam em matar o maior número de pessoas.

- Na Etiópia, em Angola e noutros países do mundo, a fome mata crianças e adultos aos milhares.

- Um quinto da população mundial, vive em extrema miséria!

- Muitos milhares de crianças pegam em armas.

A filha do casal, de 14 anos. que escutou a leitura com atenção – volveu de modo sério:

Todas as notícias são más, mas a pior para mim foi a última que o paizinho leu. – Meninos soldados! Mas que horrores andam a ensinar às crianças! E que grande crueldade, não é minha avó?!

- É certo, Cristininha, Estou até impressionada com o que ouvi ler. Quem poderá ficar indiferente a tamanha desumanidade?

- Deve ser pecado grave e até uma provocação, haver tanta gente sem conforto moral e material e outros só pensarem no gozo e em festas, aonde se gastam rios de dinheiro, não é mãezinha? – Disse a Rosa Cristina – com expressão de pena.

- É verdade, filha e isto que ouviste é apenas uma amostra das desgraças que vão pelo mundo… Ontem ouvi dizer na rádio que há muitos países em franco progresso, todavia, dez por cento da humanidade vive mais pobre, que há trinta anos atrás!

Jamais volto a festejar os meus anos com aparato – disse a D. Helena Isabel… -Nem eu mãezinha – volveu a filha, acrescentando: - com este valor poderemos matar a fome a uma dúzia de crianças de cor. Coitadinhas! Algumas já eu vi na Televisão a chorarem, só com a pele e osso e a fugirem da guerra com uma trouxinha à cabeça.

 

O Dr. Daniel que havia escutado o diálogo entre elas, – adiantou, também:

- Sinceramente aprovo a vossa ideia! Não festejo mais a data do meu aniversário. Sei que a AMI – Assistência Médica Internacional tem um válido projecto de apoios variados a todas as calamidades do universo, incluindo a reabilitação de crianças de rua. Canalizar para esta Instituição algo dos nossos meios económicos é obra humanitária e sublime, que ninguém deve alhear-se. Após as férias terminadas, vou efectuar uma transferência Bancária a favor da AMI.

- Obrigada, meu pai, pela sua boa acção e tome lá um beijinho – disse a Rosa Cristina – sorrindo de alegria!

~- Vou também abrir a bolsa… e ajudar, como é o meu dever. Não quero, nem devo ficar de fora. E anos, assinalá-los, parta quê? Se já são tantos? – Exclamou a avó da Cristina, – dando palmadinhas nas costas do filho, mostrando-se, igualmente, satisfeita, por estarem todos de acordo em minorar um pouco as desgraças que vão por esse mundo além. Ao lado, num outro toldo, um casal fazia este comentário:

- Eis uma família sensível e generosa, que aproveita as horas de laser na praia para pensar de maneira Evangélica, e minorar as agruras e tristezas de tantas pessoas que vivem por esse mundo fora e até nem conhecem…Isto ao invés de outras que, praticando as suas tradições religiosas, apenas se preocupam consigo e em beliscar o nome de quem até se fazem “amigos”! E quando o interesse se sobrepõe à Amizade, esta é tal qual uma noz sem recheio são… e de sabor amargo.

Por que os jornais se entremeiam de mais notícias negativas do que positivas e as Televisões as transmitem com tristes ilustrações de violência e desonestidade, também as crianças aprendem hoje melhor o que mais vêm de mau e ouvem dizer… Levar mais a sério a mensagem Divina à gente nova, educando-a numa real vivência cristã, e incutindo-lhes uma nova Esperança de vida, talvez contribuísse para uma resposta válida, em que a juventude actual pudesse acreditar e seguir.

 

- Concordo contigo, mulher: um estudo da ONU revelou oportunamente que durante 71 horas de emissão de desenhos animados, por seis cadeias de Televisão, foram mostrados às crianças 1432 delitos, a uma média de 20 por hora, trinta por cento dos quais, homicídios e 57 por cento foram ataques que causaram feridos.

 

- Penso que os pais deveriam escolher sempre os programas dos seus filhos, tendo o cuidado de impedi-los de ver filmes nefastos e prejudiciais ao seu desenvolvimento moral e Cristão.

Com tantas transmissões ao vivo de cenas violentas nas ruas e entre famílias etc. etc., como não há-de o mundo viver em forte crise de valores morais?

Que Deus surpreenda a Terra com BEM e transforme os corações em tabernáculos de AMOR e LUZ.

link do postPor canticosdabeira, às 15:52  comentar

 
mais sobre mim
Setembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15
17
19

21
22
24
26

27
29
30


arquivos
2012

2011

2010

2009

links
capas dos livros

CLIQUE PARA LER
Clique para ler


Clique para ler


Clique para ler


Clique para ler
blogs SAPO